terça-feira, 27 de novembro de 2012

Preciso que me segures...



Tenho medo do ontem, do hoje, do amanhã…

Tenho medo de perceber que há alturas na nossa vida em que sentimos que tudo pode mudar… Tenho medo, porque sinto que a MINHA vida poderá deixar de ser aquilo que foi durante tantos anos e simplesmente mudar…
Mesmo continuando MINHA, passar a ser um pouco de mais alguém...

Preciso de “digerir” todas as pequenas mudanças diárias, tudo aquilo que de novo vai acontecendo…

Sinto o meu coração mais quente, sinto vontade de viver tudo a que tenho direito mas preciso do meu tempo…

Preciso do meu espaço, de fazer a minha ligação diária cabeça - coração para poder seguir em frente, percorrendo uma estrada ao teu lado…

Preciso de tudo o que me tens dado, dos teus braços firmes que me seguram todos os dias, mas preciso muito de tempo… De tempo meu e só meu... Mas continua a segurar-me...


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Preciso de ti....






Adoro voltar a sorrir desta forma… Mas tenho medo de sorrir…

Fico alegre quando me vejo novamente a saltar bem alto perante um gesto supostamente tão pequeno… Mas tenho medo desta alegria…

Gosto do que sinto… Mas tenho medo de sentir, muito medo…

Mas sei bem que se sinto é porque já estás de entrada… E lá volta o receio, a ansiedade e o medo da desilusão…

Será altura de mudar, mesmo que um pouco de atitude. Até aí, consigo ir. Mas deixar de sentir toda esta insegurança e ameaça ao meu pequeno coração… Isso não consigo…

A porta está encostada… Estou disponível para a abrir… Mas o medo não me pode dominar… Por favor vai empurrando também... Preciso da tua ajuda…

Preciso de ti. Preciso de ti já e por agora, mesmo que ainda seja tão cedo…




segunda-feira, 5 de novembro de 2012

E chegou Novembro!!!





Quem anda aí à espreita?!... Quem é?!... Começas a deixar-me curiosa…

Não fosse Novembro, o mês da minha vida….......


quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Pessoas que nos inspiram sem saber...





Tens razão, são muitos anos e tudo o que é especial mesmo que por vezes não pareça assim tanto é realmente especial e um dia, mesmo que tarde, percebes isso. Como um grande estalo na cara e ficas com um misto de emoções que nem tu sabes explicar…

Afinal há pessoas que nos consideram especiais ainda hoje e que fazem questão de o demonstrar mesmo nas situações mais delicadas e menos esperadas… Mesmo! Os anos passam e os sentimentos estão lá, as pessoas não se esquecem de nós.. Desde quando se pensa que num ano tanta luz se acendesse dentro de mim…

Mostraste-me um lado teu que eu desconhecia, fizeste-me sentir especial, e fizeste-me perceber que também o és…

E eu sei bem que tenho a mania de desperdiçar boas oportunidades… Talvez todas estas emoções sejam apenas por mim e pelos meus pensamentos e nada mais… Mas eu, sinceramente já não sei de nada! Acho apenas que devo reflectir sobre o que me quiseste transmitir e juntar a tudo o que já ouvi durante este ano...

Gostei de te “conhecer novamente". 
Venha o nosso mês… E tal como disseste celebremos o lado bom da vida, neste caso o nosso lado bom da vida.







quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Saíste de "coma" por uns minutos!! Yupiii



Fizeste-me lembrar uma história bem triste de alguém da realeza de um país qualquer que agora não recordo, que se encontra em coma há muitos meses mas que há uns dias abriu os olhos por segundos e esboçou um sorriso… Depois voltou ao coma é certo, mas pelos vistos a família pensava até na hipótese de desligar a máquina e tal e criou-se uma nova esperança…

Bem sei que esta história é triste e não tem piada nenhuma, mas a verdade é que deste sinal de vida e até me fizeste rir! Precisava disso.



Continuo a tentar...


 

“Não importa o tempo que levamos para conquistar alguém. O importante é marcarmos o nosso lugar, para que mesmo ausentes, nos façamos presentes”.

(autor desconhecido)

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Quem avisa, tua amiguinha é...




Já te tentei dizer: “Quando queres entender o que não podes disfarçar
Escolhes não sentir mas não é teu para decidir…” E isto vale para mim, para ti e para todo o mundo tá?! O que vai no coração não se decide...

Faz-te feliz e larga o que há em vão!



sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Boas notícias! Elas existem :)




As boas notícias vão aparecendo… 
Aos pouquinhos quem sabe voltamos a acreditar nas coisas boas… 
Há notícias que nos fazem perceber que a vida dá tantas, mas tantas voltas que efectivamente não vale a pena ter pressa… Muito menos desesperar… Tudo é possível! É o que é! Yupiiii…


quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Serei eu assim tão forte??...





A tentar engolir sapos e suster a respiração para não explodir há mais de uma semana…

E a pensar “tem de ser, és mais forte do que tudo isto”!

Serei?!...


segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Música do Dia - Tiago Bettencourt - "Largar o que há em vão..."




Obrigada pela noite maravilhosa que me proporcionaste... Afinal ainda é possível nos libertamos de tudo mesmo que não totalmente, mas ficarmos livres dos medos, ansiedades e receios que nos congelam para vivermos o dia-a-dia...

Esta música é para ti. 


Há mesmo que ganhar muita coragem para largar o que há em vão, mas acredito que seja possível... É que eu já o fiz...


terça-feira, 9 de outubro de 2012

"...hoje é já outro dia..." - Caio Fernando Abreu

''Ontem chorei. Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo o que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas. Versos brancos. Chorei pela guerra quotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado.  Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda-roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje é já outro dia. Chorei...''


Caio Fernando Abreu


segunda-feira, 8 de outubro de 2012

E assim foi! NEXT!





Eu pedi-te que não me desiludisses… O que mais queria era o respeito e carinho que sempre senti da tua parte…

E sim, há coisas que são difíceis de dizer e há coisas que nem sempre temos coragem de  fazer... Mas temos de saber distinguir as pessoas e as situações. E há pessoas que não merecem ser magoadas, merecem todo o respeito do mundo...


Mas a vida é mesmo assim... E a única forma de lidar com pessoas que deixaram de valer a pena e mesmo ignorá-las… Ou melhor ainda, é ser-se feliz! (Há quem diga até que é a melhor vingança de todas…)


Eu não sou vingativa nem rancorosa, mas conheço-te talvez melhor do que ninguém e sei que não faltará muito para dares com a “cabeça na parede”...


Não te desejo mal, mas
 foste um desaparecimento que mereceu poucas lágrimas.




quarta-feira, 3 de outubro de 2012

O dia de hoje é para esquecer...





É o que dá andar com gente quase famosa!




Já não me basta estar esgotada no trabalho, ainda faltarem 3 meses para acabar o ano, andar frustrada e com medo de vir a perder alguém de quem tanto gosto por ser altura de tomar uma decisão acertada quanto a cortar definitivamente o cordão que nos une ou não, ainda por cima agora apareces-me chapado na porcaria da revista e ainda por cima a companhia é bonita e simpática aparentemente... Caramba já basta todas em que já saíste!! 

Havia necessidade de atravessar o atlântico para apareceres de novo???
Vai lá para a tua nova terra e deixa-me em paz!!!


segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O momento certo

Sim, qual é o momento certo para tomar determinada atitude, penso...
Eu tenho sempre medo, de dizer o que devo, de ouvir o que não quero... No fundo quando quero algo, quero já e nem sempre o tempo é o certo...
A questão que se coloca é que comigo, que por vezes sou a pessoa mais racional do mundo, chega o dia em que o faço de impulso. O que tem de ser feito. A paciência esgota-se e o coração começa a apertar demais...
Chegou a altura certa... Não a altura que eu queria, eu tentei mas não deu para ser como planeava e já devia ter aprendido que não vale a pena planear o futuro... O presente é tão incerto que o futuro é simplesmente imprevisível!


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

O Anjinho e o Diabinho dentro de mim!




Decido tomar uma atitude, ser um anjinho, dizer coisas bonitas a quem merece e tentar aquecer o coração de alguém... Para no fundo me fazer também bem a mim própria e tomar as decisões mais acertadas. Ganho coragem e escrevo-te...

Horas depois sei que alguém está por aí a chegar, que vai estar de novo perto da minha pessoa e o Diabinho vem logo a correr fazer das suas e dizer-me que não devia ter sido "anjinha" porque eu ainda não te esqueci... Ai por favorzinho, sai de dentro da minha cabeça e deixa-me ser feliz... Por favor!!!


Espera... Serás tu o Diabinho e outra pessoa o Anjinho???? Hummmm.....



terça-feira, 25 de setembro de 2012

Detesto...


É assim amigo: ou te calas e não dizes mais nada (porque nos entretantos já me esqueci de devias ter sido mais simpático e ter dito algo mais) ou então falas logo!!! 

Não passadas horas quando finalmente me acalmei!!!


E ainda colocas perguntas??? Grrrrrrrrrr....

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

O Nuno Júdice fala bem....




Nunca são as coisas mais simples que aparecem
quando as esperamos. O que é mais simples,
como o amor, ou o mais evidente dos sorrisos, não se
encontra no curso previsível da vida. Porém, se
nos distraímos do calendário, ou se o acaso dos passos
nos empurrou para fora do caminho habitual,
então as coisas são outras. Nada do que se espera
transforma o que somos se não for isso:
um desvio no olhar; ou a mão que se demora
no teu ombro, forçando uma aproximação
dos lábios
.”


Da Autoria de Nuno Júdice

O passado que não passa...

Por muito que diga, ou apenas pense, que é só "seguir em frente", por muito que tente convencer-me em certos dias que isso vai efectivamente acontecer, a verdade é que parece impossível começar de novo... Não há nada que seja mais forte do que este desejo: o desejo de começar de novo, de encontrar uma cura milagrosa para que esta fase tão prolongada passe de vez...

Mas a realidade é que o passado me persegue, e persegue-me de várias formas, sendo que todas elas são semelhantes: veêm em forma de saudade, desilusão, sonhos e pesadelos... Enfim, um passado que não passa nem por nada.


Bem sei que dizem que o nosso passado é precioso, que sem as experiências que vamos tendo ao longo da vida nada seria tão interessante, já que são elas que nos ensinam tanto sobre nós e a nossa própria existência no mundo. Mas eu gostava mesmo que inventassem uns comprimidos que nos curassem determinadas mágoas... Vinham mesmo a calhar!!!



sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Aos poucos esta sexta foi-me “aquecendo” o coração…

A boa disposição lá se foi instalando durante o passar do dia… Esta semana foi particularmente estranha… 

Há nós que parecem impossíveis de desatar… 


Sentimentos que parecem impossíveis deixar de ter… 


Mas o que me aperta verdadeiramente o coração é que há saudades que são impossíveis de matar…

Valham-me as noites de sexta e os fins-de-semana junto dos amigos para esquecer por momentos alguns dos pensamentos que me perseguem…

É verdade que temos de ser positivos, que sabemos que tudo vai ficar bem e que um dia destes vamos perceber que tudo não passou de uma fase menos boa!…

Mas é que enquanto o vazio não se vai embora de uma vez, não há como não desgastar uma cabecinha e principalmente um coração…

Olá fim-de-semana! Estava mesmo à tua espera para me aqueceres um pouco o coração…


quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Casa dos Segredos - 3

Sim, sim aquilo não presta para nada! Não tem pessoas de jeito e ninguém vale grande coisa mesmo caladinho! Mas a verdade é que desde que no ano passado comecei a seguir um pouco mais o programa a minha vida ficou mais colorida!!!!!!!!...

E se é verdade que critico tudo com as pessoas que também veêm, também é muito verdade que adoro ver e estive em contagem decrescente durante este ano para que a "Casa dos Segredos" voltasse à minha Tv, porque a minha vida fica mais bem animada ao Domingo à noite!


A rir, a gozar, a cuscar tudo o que se faz e diz ali dentro mas apenas porque eles próprios deixam!! E eu gosto e pronto!


Só sei que quem começa a ver, mesmo sabendo que não há nada para aprender ali, que aquilo é o degredo total e blá blá blá nunca mais consegue parar e fica completamente "colado" ao programa!


I love it!!! E o meu favorito é o Nuno, vai-se lá saber porquê............. :)



quarta-feira, 19 de setembro de 2012

No dia em que eu te esquecer...

"Quando amamos alguém, não perdemos só a cabeça, perdemos também o nosso coração. Ele salta para fora do peito e depois, quando volta, já não é o mesmo, é outro, com cicatrizes novas. E outras vezes não volta. Fica do outro lado da vida, na vida de quem não quis ficar ao nosso lado."

" No dia em que te esqueci", Margarida Rebelo Pinto

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Hoje é só mais um dia em que penso em ti...



Sabes como interpretei a tua falta de “despedida”?! Fiquei a pensar que o mais certo fosse ser um até já…

Independentemente das tuas razões, das tuas crenças, sei bem que só queres ser livre e quero que saibas que se em algum momento perceberes que a liberdade não é por essa estrada estarei aqui para acolher todas as palavras que me queiras dirigir…

Para comigo não tens de ter reservas, não tens de colocar armaduras… Eu já deitei as minhas fora, já baixei os braços finalmente e estarei por aqui…

Eu gosto de ti tal como tu és! Com máscara sempre que necessário e sem máscara quando tem de ser…

E como te disse um dia eu respeito muito o teu espaço e sei que precisas dele… Para que te conheças, para que te reconheças, para que cresças e finalmente percebas onde é o teu lugar…

Enquanto estiveres bem se der pensa em mim de vez em quando, mas se algum dia deixares de estar, não penses apenas, procura-me…

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Virar as costas às pessoas especiais...

Esconder o estado de fragilidade em que alguém nos coloca com arrogância e altivez é um truque básico. Nem todas as atitudes tomadas por respeito nos confortam ou aliviam. Não preciso que me preservem, que me protejam nem que se preocupem com as minhas eventuais quedas mais do que eu própria. A simplicidade sempre me atraiu mais que as tramas angulosas. A generosidade de uma conversa sincera sempre me aconchegou mais que a frieza de uma qualquer consideração imposta. Gosto de tudo explicado, tudo remexido, da desarrumação organizada que me faz sentir em casa. E dói-me a perda de um potencial amigo. Dói-me gostar e deixar ir embora. Não percebo como podemos deixar alguém magoado, encolher os ombros e virar as costas.”

(Escrito pela "Lamparina" no seu próprio blog: http://ameninalamparina.blogspot.pt/)

Será possível???







Existir tanta gente importante para nós dentro do nosso coração?!... Não falo de família e amigos, falo mesmo de pessoas do sexo masculino que se tornam especiais para nós e que por muito que tentemos racionalizar os sentimentos, por vezes fica uma baralhação total dentro da nossa cabeça...
Eu acredito que os sentimentos são todos diferentes, com intensidades distintas e alguns apenas ainda "existem" pelo facto de estarem mal resolvidos mas é nestas alturas que devemos aguardar que tudo se resolva dentro de nós para que, assim, naturalmente o nosso coração nos guie na direcção certa?!

Coração, diz lá o que devo fazer e como devo fazer porque estou farta deste turbilhão de emoções e já agora aproveito para pedir aos santinhos que por aí andam, que deêm uma ajuda também à pessoa certa porque sozinha não se faz nenhum filme, não é verdade???...



quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Os conhecimentos através da "navegação" na Internet!



Hoje vou receber a visita de uma pessoa que há muito quero conhecer pessoalmente!!
Nunca tinha conhecido ninguém através da Internet, nem nunca me dediquei sequer a pensar em conhecer alguém dessa forma.

Sinceramente nunca tive nada contra, mas ao mesmo tempo e sendo algo tão comum (segundo o que ouço dizer) se nunca o fiz é porque realmente não fazia muito sentido para mim. Na realidade continua um pouco sem fazer, confesso, mas a minha mente está cada vez mais "aberta" :) e a minha experiência também foi um pouco diferente, do meu ponto de vista...


Trata-se de uma pessoa que também tem um blog e para o qual um dia me lembrei de enviar e-mail a propósito das diferenças entre os cérebros masculinos e femininos ou melhor falando: corações de cada género!


Tenho um grupo de amigas muito unido e juntamo-nos imensas vezes para apreciarmos a companhia umas das outras. Como será de imaginar, jantares de mulheres são o galinheiro total porque se fala de tudo, ou quase tudo, mas é das coisas que mais amo fazer.. Estar com as minhas amigas é sempre bom, e nestes jantares não há lugar a mais nada que não seja um bom vinho e muita gargalhada!


As conversas que se passam durante todas essas horas são discussões de ideias interessantes (ou não :)) e obviamente que falamos bastante nos homens, nas suas atitudes, nas suas "não" atitudes, nas diferenças que parecem existir e que por vezes efectivamente não estamos para aturar!! Basicamente, lá nos vamos dando ao trabalho de questionar a espécie e tentar compreender da melhor forma o que se passa no planeta deles!


A propósito destes jantares, surgiu um tema onde o tal menino com um blog (que eu já tinha consultado algumas vezes) decide escrever umas palavras que chamam a minha atenção e, pela primeira vez na minha vida, decidi então enviar um e-mail para um desconhecido. A partir daí começamos a falar bastante, trocando ideias, discutindo algumas delas, tirando dúvidas e aos poucos falando das nossas experiências pessoais.


Desta forma, já lá vão meses de conversa que passaram de "você" para "tu", de pessoa sem nome e sem rosto para alguém com uma imagem e "bilhete de identidade" e chegou a altura de nos conhecermos pessoalmente! Houve tanta empatia e cumplicidade criada que naturalmente nos tornamos numa espécie de amigos (mesmo que recentes) e a curiosidade de nos conhecermos pessoalmente claro que surgiu.


E o melhor de tudo é que estou muito contente com este novo conhecimento, com a vinda dessa pessoa à minha cidade, com o facto de o conhecer cara a cara porque somos só e apenas amigos e não há nada melhor do que poder falar com um homem sobre tudo sem que exista constantemente uma tensão "sexual" associada. Sabe mesmo bem e nunca achei ser possível! Mesmo!


Mas como sou a pessoa mais estranha do mundo, apesar de estar contente com este encontro será sempre estranho conhecer alguém que conheci da forma que conheci e sei lá... A ver vamos, que eu não sou muito fácil nestas coisas do socializar :). Nem sempre pelo menos :)




terça-feira, 11 de setembro de 2012

Dia 11 de Setembro... Dia da Pipocate!!!



Bem sei que este foi um dia que marcou o mundo há uns anos atrás por um motivo horrendo, e que nunca mais foi esquecido...

Mas para mim, este dia é o dia em que nasceu uma das minhas sobrinhas preferidas, a minha "pipocate" e por isso o dia é dela!!!... Parabéns minha princesinha pipoquinha!!!





segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Acabaram-se as férias...






É verdade, acabaram-se as férias, estou de volta ao trabalho mas confesso que apesar de este ano não estar a ser o melhor do mundo, não me custou muito voltar à minha simpática secretária...

O melhor de tudo são os colegas, que no fundo fazem parte dos nossos dias durante todo o ano, e que quando chegamos de férias somos recebidos com saudades e comentários do género "parece que foste um mês de férias, já fazias cá falta"...


Fofos, muito fofos os meus coleguinhas de trabalho :)

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Outra vez?????

E lá vem ele de novo...

Homem, dá para emigrares menos vezes por ano por favorzinho???

Histórias que pareciam de amor...



... mas que enganavam bem!

Ainda não consegui esquecer a separação do Seal e da Heidi... Nunca me apaixonei por loucas histórias de amor, casamentos feitos em meses nem coisa parecida. Mas a história deles sim... Essa tinha tudo para ser das mais lindas e sempre adorei vê-los juntos...


Para além da desilusão total com a notícia do fim do casamento, agora ainda andam a "lavar roupa suja" em público...


Que grande desilusão...



segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Os meus últimos meses traduzidos numa frase....

Quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de escolher, não te metas por uma ao acaso, senta-te e espera. Respira com a mesma profundidade confiante com que respiraste no dia em que vieste ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a esperar. Fica quieta, em silêncio, e ouve o teu coração. Quando ele te falar, levanta-te, e vai para onde ele te levar.”.

Do livro “Vai onde te leva o coração” da Susanna Tamaro

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Onde começa e acaba o amor?



Desiludes-me mas depois acabas sempre por me mostrar que apesar de tudo és a pessoa que o meu coração sempre conheceu...

Não gosto da vida que levas, como disse já espero mesmo que seja apenas uma fase de "encontro" de ti próprio, mas a cada dia que passa descubro ainda mais qualidades em ti que desconhecia... E sei que um dia destes colocadas na balança vão pesar bem mais do que as pequenas "loucuras" que tens cometido nos últimos tempos...


Afinal onde começa e onde acaba o amor??? É que eu ainda não percebi...

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Desiludida...




                           ... cada vez mais desiludida contigo...

                           E é só que tenho para te dizer....

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

O tempo e a importância relativa do tempo...

Porque tudo é tão confuso?... Será mesmo que todos os corações e cabeças funcionam de forma diferente?... Coleccionamos experiências, amores, paixões ou apenas simples ilusões mas de uma forma tão intensa que por vezes é mesmo difícil distinguir a montanha de gente que está alojada no nosso (muitas vezes pequeno) coração e quando damos por nós estamos literalmente perdidas no tempo...

Precisamos de tempo é certo, para tudo dizem que é preciso de tempo, mas na realidade a vida é só uma e há pessoas que têm ânsia de a viver, de a aproveitar cada dia e há fases na nossa vida em que simplesmente toda a confusão, tristeza e ansiedade toma um pouco conta de nós... Afinal nós temos sentimentos e todos nós precisamos de amor, carinho, alegria o que nem sempre vem aos pacotes diários... E o tempo faz-nos muitas vezes pensar demasiado nas coisas e perder muitas delas, pelo simples facto de constantemente nos dizerem que é preciso tempo não devemos facilitar...


Confusões à parte, sim, precisamos de pensar mais em nós, precisamos do nosso tempo também, é muito verdade, mas nunca devemos esquecer que amanhã há pessoas que podem já cá não estar...


Portanto menos cabeça para quem apenas só usa a cabeça e um pouco mais de coração porque não devemos desistir nem dar tempo a mais...


Como diz uma amiga minha "o rio não corre sempre para o mesmo lado" (provérbio da autoria dela pensamos nós...) e portanto há que saber quando seguir em frente e lutar pela nossa felicidade...


Já é tempo, sem dúvida!

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Maquilhagem de base!!

Sempre me maquilhei todos os dias, e sempre tive alguma preocupação com alguns dos produtos que usava mas decidi finalmente investir numa boa base, que algumas pessoas já me tinham dito ser magnífica, e que considero essencial para um perfeito ponto de partida para a nossa maquilhagem diária.

A minha busca durou meses :)

Mas finalmente encontrei uma base "fantástica"....

Base da Dior NUDE - cerca de 41 Euros




sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Volta...



Eu tento esquecer a tua vida, esta que tu levas de forma leviana sem que tu próprio te aperceberes que não é nada disto que queres para ti... Tento pensar que esta é apenas uma fase, que inventaste de uma forma rápida (talvez para ser menos indolor), em que preferes enganar-te a ti próprio agora de uma outra forma...

Passaste anos a enganar-te com a esperança e a ilusão de que o que tu querias poderia voltar para ti, mas cansaste o teu coração... É nisso que acredito. Que o teu coração está cansado, mas não está menos poderoso porque o amor continua lá... E quando estiver preparado novamente vai voltar a sentir falta do único amor que conheceu e do seu porto de abrigo... E aí, depois de tudo o que tem acontecido eu só quero que os nossos corações finalmente se aconchegem de novo... Porque está a querer-me parecer que nunca quiseram nem querem viver tão longe um do outro...


Volta... Volta a ser a pessoa que eu sempre amei... Até lá vou seguir o conselho que me deram e pensar apenas em ti, e não na tua vida.... Só em ti...



segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Palavrinhas para alguém que por aí anda...



Queria dar-te colo, embalar-te no meu regaço e dizer-te baixinho que tudo está bem quando acaba bem. Queria adormecer essa tua inquietação, dar conta de todos os teus medos, decepar a loucura que desliza dentro de ti como uma enguia sem tino, com tamanha violência que quando sibila se ouve cá fora em redor, escoando-se pelos orifícios da tua pele. Queria garantir-te que, comigo por perto, nada ninguém nunca poderá fazer-te mal, que podes fechar os olhos, descontrair os músculos, deitar para o lixo todos os químicos que agora te permitem a posição vertical e fingires para os outros que és tu. Queria dizer-te que sei que estás algures dentro de ti e que esse invólucro que apresentas é apenas uma pele seca que mais cedo ou mais tarde largarás pelo caminho, quando me souberes lá à frente à tua espera. Queria que percebesses que há entre nós um laço, mais do que um laço, um nó górdio, um amor complexo e irremediável, cheio de voltas e contravoltas, que ninguém poderá cortar com a sua espada, mesmo que especialmente desembainhada para o efeito. Sei que hoje nada sentes, ocupado que estás com a aritmética simples da sobrevivência, que estas palavras pouco te dizem, que tudo te parece um pesadelo e que não acreditas em mim no fim da linha, acho que a questão nem sequer te interessa. Mas um dia olharemos para trás e leremos os dois este texto premonitório, palavra por palavra, promessa por promessa, juro. E será exactamente como te disse, os dois rodeados de crianças e de bichos e de pólenes de primavera que o vento nos trará em contornando as montanhas. E então serás tu a embalar-me com o cinzento dos teus olhos e a tapares-me com o cobertor até cima, afugentando os meus fantasmas com a mão, vigorosamente, como se fossem apenas insectos incómodos e não esta bola de fogo que me empecilha a garganta e me faz acordar a meio da noite, a vomitar pela cama o medo de te perder para sempre na espuma dos terrores que inventas para ti mesmo.”

(do Blog "Um amor atrevido")


sexta-feira, 3 de agosto de 2012

A vida tem cada uma...




... tinha de nascer exactamente no "nosso" dia...

Inacreditável. O ano tem 365 dias. Tinha de ser no mesmo dia em que nos conhecemos, ou melhor nos olhamos de forma diferente e nunca mais fomos os mesmos....


Hoje é em ti que penso e em como vou decidir se o dia deixou de ser nosso para passar a ser de outra pessoa.


Será que a vida nos prega estas partidas porque é mesmo para não esquecer???... Neste caso tu não esqueceres....


Mas será que tu te lembraste que mesmo sendo um dia tão importante agora para ti outrora foi tão importante para nós?....


Será?....


Um dia vou saber, eu sei que sim. O Karma está lá e ambos sabemos que isto nunca vai passar. Nunca...





O amor segundo Rogério Fernandes



"Os amantes de hoje preferem a droga mais leve, o tabaco mais light ou o café descafeinado. Já ninguém quer ficar pedrado de amor ou sofrer de uma overdose de paixão. As emoções fortes são fracas e as próprias fraquezas revelam-se mais fortes. Os amantes, esses, são igualmente namorados da monotonia e amigos íntimos da disciplina. O que está fora de controlo causa-lhes confusão, e afecta-lhes uma certa zona do cérebro, mas quase nunca lhes toca o coração. O amor devia ser sonhado e devia fazê-los voar; em vez disso é planeado, e quanto muito, fá-los pensar.
Sobre o amor não se tem controlo. É um sentimento que nos domina, que nos sufoca e que nos mata. Depois dá-nos um pouco vida. No amor queremos viver, mas pouco nos importa morrer e estamos sempre dispostos a ir mais além. Deixamo-nos cair em tentação, e não nos livramos do mal, embora procuremos o bem. No amor também se tem fé, mas não se conhecem orações: amamos porque cremos, porque desejamos e porque sabemos que o amor existe. Amamos sem saber se somos amados, e por isso podemos acabar desolados, isolados e deprimidos. Que se lixe! O amor não é justo, não é perfeito; no amor não se declaram sentenças nem se proferem comunicados. O amor prefere ser imprevisível, cheio de riscos e de fogo cruzado. No amor os braços não se cruzam, as palavras não se gastam e os gestos servem para o demonstrar. Amar também é lutar, e enfrentar monstros fabulosos com cabeça de leão, corpo de cabra e cauda de dragão. É uma ilusão, um sonho, um absurdo e uma fantasia. O amor não se entende, não se interpreta, não se discerne nem se traduz. Quem ama acredita, mas não sabe bem porquê, não sabe bem o quê, nem percebe bem como."

(Rogério Fernandes, in 'Alterne Activo')


quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Adeus...


Custou bastante, mas naquele preciso momento saiu-me um peso de cima...

Sinto-me mais leve, bem mais leve. Fechou-se mais um caminho e foi bem mais fácil assim.


Adeus...

terça-feira, 17 de julho de 2012

Vou rezar para que entres em cena...

E já só faltam 6 dias para saber que estás mais perto... 

Até lá vou rezar todas as noites para que penses em mim no momento em que aterrares e que me dês oportunidade de ver-te e dizer-te que tu não sabes, mas eu sou a pessoa que poderia finalmente fazer-te feliz... Finalmente feliz...


E por cada dia que passa uma lágrima cai... Pensar que também existe a hipótese de não te ver, de não te tocar, de não te poder falar...


Não me quero dar por derrotada, mas infelizmente numa história a dois são precisos dois actores.


Vou rezar para que entres em cena... Preciso de me resolver!



quinta-feira, 12 de julho de 2012

As pausas na nossa vida e como no fundo nada pára...




O tempo corre, para mim mais devagar do que nunca... Mas sei que na realidade tudo é ainda muito recente e se bem me conheço isto é só o início...
Já te disse que tenho dias em que só penso em ti e em nada mais da minha vida? Já te disse que todos os dias eu rezo para que voltes? Já te disse que tenho semanas em que só quero estar sentada e sossegada a devorar músicas que me recordem de ti? Já te disse que dia sim, dia não me cai uma lágrima quando penso no que tivemos?
E já te disse que me apetecia ouvir a tua voz? Só uma vez... Já te disse que tenho saudades de tudo em ti, até daquilo que não conheci? Já te disse que por vezes apetecia-me apanhar um avião, fazer-te uma surpresa e sobretudo pedir-te desculpa pela falta de sensibilidade com que te tratei? É que a mim própria já pedi desculpa… Tinha de ser… Mas na realidade sei que ainda não me desculpei verdadeiramente.

Agora entendo-me e percebo-me mas foi tudo tão inconsciente que nem sei como me resolver definitivamente quanto à eventual “culpa” ou arrependimento… Bem sei que poderia ter sido tudo muito mau e uma grande desilusão, mas como saber? A realidade é que o meu coração diz que não, diz que teria sido e continuaria a ser muito, muito bom… Tenho sobrevivido, simplesmente sobrevivido à tua ausência porque não há outra forma de viver se não estás ao meu lado…

Ainda ando perdida, sem respiração, porque não te esqueço nunca e tenho dias em que penso que isto não pode ser o fim, apesar de saber que estás numa vida bem diferente da minha… É assim, quero conformar-me mas nao consigo... Ainda... É que a ti acrescentaram algo, novos objectivos, novas motivações. Já a mim tiraram-me aquilo que mais feliz me fazia nos últimos meses. Mas há dias em que acordo e nao me dou como derrotada ainda... Hoje é um deles…


quarta-feira, 27 de junho de 2012

Das saudades e de como um jogo pode fazer esquecer por quase uma hora esse sentimento...



Hoje, não ao contrário de todos os outros dias, senti muita saudade... A palavra quer ficar cada vez mais leve, mas a saudade torna-se tão pesada em certos dias...

Logo vou ver o jogo de Portugal e espero que durante esses minutos não me passes pela cabeça... É que eu preciso de descanso! E o meu coração então... Esse nem já nem me fala... 



terça-feira, 26 de junho de 2012

Frase do dia...


“E entre tudo o que ele poderia ser para mim, ele escolheu ser saudade.” (autor desconhecido)

terça-feira, 19 de junho de 2012

Miss you...

E pronto, é que tenho mesmo saudades... Muitas. Demais eu diria!
Saudades de tudo o que foi, mais ainda do que senti que poderia ser...

Tenho saudades do pouco que tive e do muito que poderia vir a ter...


Sinto falta de falar contigo todos os dias, de sentir que estavas sempre à distância de um telefonema ou de um SMS... 


Tenho saudades do teu tímido toque, dos teus espantosos beijos, do sorriso que me ofereceste e de como me fizeste sentir feliz sem que nenhum de nós disso soubesse...


Tenho saudades dos meus sonhos, dos meus pensamentos, de tentar adivinhar os teus...



O meu coração continua cheio, mas tenho saudades de quando ele estava cheio mas feliz...

Tenho saudades tuas todos os dias. Não todo o dia a toda a hora, mas todos os dias...
Eu sei que andas por aí, longe de mim, mas quero que saibas que ainda te espero...


segunda-feira, 18 de junho de 2012

Um sonho e 8 meses depois...

Começamos a sair em Setembro de 2011 e apenas sonhei contigo uma vez... 


Passaram-se cerca de 2 meses e nessa semana beijamo-nos de uma forma tão perfeita que tudo o que me ia no coração veio ao de cima... Faz hoje exactamente 8 meses. Só que eu empurrei com toda a força a fraqueza que me deu no momento do teu beijo, a paixão que senti pelos teus lábios, a doçura com que senti o teu toque e nos dias seguintes fiz questão de manter a minha postura de sempre: Quieta e calada, no meu canto seguro onde supostamente ninguém me magoava... E desta vez tu fizeste igual e não me deste notícias nos 2 dias seguintes.
Só agora percebo que era algo semelhante a um "teste" e que eu não passei, mas o que dizer?! Não estava na minha altura... 
Só que uns dias depois sonhei que te tinha perdido e pela primeira vez ao acordar peguei no telefone e, num acto de desespero quis ouvir a tua voz, saber que ainda estavas do outro lado e que ainda poderias ser um pouco "meu"... Tu atendeste admirado com a minha atitude porque durante 1 ou 2 meses eu nunca tinha tomado essa iniciativa e descansaste um pouco o meu coração, dizendo que estava tudo bem e que tinha sido apenas um sonho...


Nesse dia à noite estivemos juntos, vim embora já de manhã mais feliz do nunca mas sem eu própria o saber e desde esse dia tudo mudou...
Neste fim-de-semana voltei a sonhar contigo. Desta vez foi um sonho bom. Mau para mim claro. Odeio sonhar que voltaste e que sempre me quiseste também... Que finalmente estavamos juntos e que eu podia fechar a porta e ficar contigo para sempre...
Oito meses após o melhor beijo que alguma vez recebi de alguém, o meu coração decidiu sonhar que eras meu finalmente e que desta vez não te iria perder... Sabes, o meu coração quer mesmo ser feliz e por isso mesmo te espero...



quarta-feira, 13 de junho de 2012

O melhor blog de moda!



Eu vejo e consulto (assim com vontade de "apanhar" algumas boas dicas) alguns sites mais ligados a compras e moda no geral... Há por aí alguns bons blog's mas para mim o melhor é o da Paula Echevarría - Tras La Pista de Paula Echevarría. Consegue combinar peças que todas nós podemos comprar com algumas coisas de marcas melhorzinhas (algumas BEM melhores) e anda sempre linda e elegante... Gosto em demasia! E ela... Linda de morrer!!!


terça-feira, 12 de junho de 2012

Dos ex namorados e de como todos deviam ir de vez à sua vidinha!!!




Pois e quando os ex's passam a vida a precisar de nós mesmo depois de termos acabado há cerca de 3 anos?! Ou se tem um coração de pedra, e nada se diz, porque se acredita piamente que essa relação (que não sei bem como lhe chamar sequer) nunca irá dar certo ou então se tem um coração pequenino mas muito bom como o meu e não se nega um, dois, vinte pedidos de ajuda... (Note-se que as ajudas apenas acontecem porque sempre houve muito amor, muita amizade, uma relação muito especial e a separação apenas acontece porque teve de ser, mas tudo ficou bem e ninguém fez mal a ninguém... Também não sou assim parvinha e ainda bem :)).

Pois eu acredito que o melhor é mesmo não nos armarmos em Madre Teresa de Calcutá e ajudar MUITO à distãncia ou nem ajudar mesmo. Explicando com sinceridade que não dá e fazendo com que os dois sigam a sua vida separados... Aprende-se com os erros né??? É que depois um dia tu que sempre foste forte, que sempre lá estiveste e nunca precisaste até precisas e tens um momento em que pedes ajuda e levas com uma bruta de uma desilusão que dói e muito...


Sempre fui a favor de que as pessoas nao se devem chatear mas cada um na sua vida... A minha vida mostrou-me que nem sempre as coisas são mesmo assim e aquilo que achamos que connosco nunca iria acontecer na realidade acontece, mas também me mostrou que quando acaba, acabou! Ou depois vives uma "segunda" separação... Não dá!!! Fora com os ex, que vão todos à vida deles e nos deixem na nossa vida. Em paz e sossego! 


O meu coração é forte para umas coisas mas para outras livra!.. Burrinho como tudo!! Acabou finalmente. Adeus meu querido ex, agora menos querido, mas adeus finalmente!!! (deita-se uma lágrima porque se continua a adorar aquela pessoa mas logo passa).